Mais pobres, mais tempo desempregados

fevereiro 21, 2018 No Comments »
Mais pobres, mais tempo desempregados
*Carta Capital
por Redação — publicado 20/02/2018 15h25, última modificação 20/02/2018 18h16

Exatos 95% dos excluídos do mercado do trabalho há mais de um ano pertencem às classes C, D e E, aponta pesquisa 

A maior parte do Brasil não foi convidada para a festa

A tão propalada recuperação da economia brasileira está longe de alcançar a maioria da população. Do total de trabalhadores que procuram emprego há mais de um ano, 95% pertencem às classes C, D e E. Em média, os brasileiros precisam de 14 meses para arrumar uma ocupação. Em 2016, o tempo era de 12 meses.  Os dados integram uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas divulgada nesta terça-feira 20.

Desse universo, 54% tem até o ensino médio e 59% são mulheres. Do total de desempregados ouvidos pela pesquisa, 61% se mostraram dispostos a ganhar menos do que recebiam na última ocupação, pois o mais importante seria voltar ao mercado de trabalho (23%) e pagar as contas (22%).

O levantamento ouviu 600 desempregados em 27 capitais. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Views All Time

Views All Time
50
Views Today

Views Today
1